Inspirações de Bruce Lee em Dragon Ball

Bruce Lee, o maior artista marcial de todos os tempos é admirado e inspirado por milhões de pessoas em todo o mundo. Seus filmes revolucionaram o gênero nos cinemas e influenciou na criação de diversas obras-primas. Toriyama era jovem quando os filmes do dragão chinês lançaram e isso o marcou profundamente, a ponto dele pegar emprestado várias ideias dos filmes de Lee e homenagear o seu artista marcial favorito.

Quando Toriyama assistiu ao filme “Operação Dragão” (Enter the Dragon), ele ficou tão impressionado e fascinado que passou dez dias seguidos indo ao cinema assistir. O filme lançado três semanas após a morte de Bruce Lee tornou-se uma referência para os filmes que viriam e influenciou nossa querida série em vários aspectos.

Após “Operação Dragão”, os filmes voltaram a ser aquelas coisas bizarras, com lutas nada reais e exagero chinês. Então Toriyama assistiu o filme “O Mestre Invencível” (Drunken Master), de Jackie Chan, e ficou vidrado. Assistiu o filme dezenas de vezes e então seu editor descobriu sua paixão por kung fu e sugeriu que Toriyama fizesse uma nova história. Disso, temos Dragon Ball!

Confiram as influências de Bruce Lee e seus filmes!

Inspiração #1: Vocês devem se perguntar por que vários filmes de luta tem o tradicional torneio de artes marciais. Eu revelo: todos são cópias ou pelo menos tentativas de cópias do filme “Operação Dragão”. O filme de Bruce Lee foi o que introduziu ao ocidente a idéia de um torneio de luta com combate real (antes só era realizado um “combate de mentira”, sem toques) e também introduziu à indústria cinematográfica a ideia de um grande torneio reunindo os melhores lutadores do mundo. Depois dele pudemos ver vários filmes que seguem a ideia. Inclusive Dragon Ball, com seu Tenkaichi Budoukai!

Inspiração #2: Durante a Saga Red Ribbon, Goku vai parar em uma das edificações mais famosas da série, a Torre dos Músculos! É lá que Goku conhece e fica amigo do androide n° 8, apelidado por Goku de “Oitão” (Ha-chan). Imaginem quão criativo Toriyama foi ao criar tal torre, com diferentes inimigos em cada andar, cada um com um estilo de luta diferente. Criatividade nada: foi inspirado em Bruce Lee, no filme “O jogo da Morte” (Game of Death)

No filme de Lee a Torre dos Músculos é um pagode de cinco andares, com a presença de um lutador em cada andar, sendo que no último encontraria o lutador final. Bruce Lee filmou um terço do que planejava para o filme, cenas de luta em sua maioria, morrendo antes de concluir seu filme.

Em Dragon Ball vemos a clara semelhança : em cada andar há um inimigo diferente com habilidades singulares. Na Torre dos Músculos Goku enfrenta:

– Primeiro andar: quatro capangas
– Segundo andar: Sargento Metálico
– Terceiro andar: Ninja Murasaki
– Quarto andar: Monstro Buyon
– Quinto andar: General White

A dificuldade aumenta de andar para andar, contudo General White não é o mais poderoso. Goku encontrou mais dificuldade ao enfrentar o Monstro Buyon, que “se adaptava” em relação a seu oponente, fazendo clara referência ao inimigo do último andar do filme de Bruce, que se adaptava ao oponente devido a seu estilo de luta.

O Jogo da Morte – 3° andar

O Jogo da Morte – 4° andar

O Jogo da Morte – 5° andar

Inspiração #3: Falando sobre estilos de luta… qual é o estilo de luta predominante em Dragon Ball? Kung fu? Talvez no começo de Dragon Ball, com o treinamento de Goku ensinado por Son Gohan, o kung fu era predominante. Podíamos ver claramente movimentos praticados pelo estilo. No decorrer da série, no entanto, os personagens parecem não seguir mais o estilo de kung fu, mas um estilo próprio, lutando de maneira diferente de adversário para adversário, o que relembra o Jeet Kune Do (O caminho de interceptar o punho) criado por Bruce Lee.

Esse “estilo” é o “estilo do sem estilo”. Segundo Lee, o lutador deveria ser igual à água:

“O lutador deve se comportar numa luta como a água – insubstancial*, flexível. E, como a água, um combate não pode ter forma definida.”

*Bruce define água como insubstancial por você não poder agarrá-la, não consegue esmurrá-la e machucá-la.

A filosofia de Bruce era de ser como a água e adaptar-se ao inimigo, sem ter um estilo definido – kung fu, karate, boxe, etc.

Quando Goku treina com Mestre Mutenroshi, vemos que Goku queria ser treinado e aprender um estilo. Mestre Kame, contudo, o treina física e mentalmente. O próprio treino proporcionado pelo sábio mestre visava preparar o corpo e a mente de seu discípulo para o combate e quando isso ocorresse, Goku certamente iria se adaptar e analisar o melhor a ser feito para poder ganhar a batalha.

Inspiração #4: Mais na metade de DBZ, os treinamentos passam a ficar totalmente pesados, principalmente com a ajuda da câmara de gravidade artificial, construída pelo Dr. Briefs, pai de Bulma e dono da Capsule Corporation. Vemos Vegeta treinando numa gravidade de 300G, realizando apoios que qualquer um diria impossíveis para humanos, se fossem realizados na nossa conhecida gravidade. Não, não impossível para Bruce Lee!

O famoso apoio de Vegeta com dois dedos (que é um dos três fundos de tela no carregamento do jogo Dragon Ball Budokai Tenkaichi 3) foi baseado no apoio de dois dedos demonstrado por Bruce Lee num torneio de karatê.


Inspiração #5: Bruce também foi homenageado diretamente, assim como Jackie Chan com a identidade secreta de Mestre Mutenroshi, Jackie Chun. No primeiro filme de Dragon Ball, Shenlong no Densetsu (神龍の伝説), vemos uma rápida cena em que aparece um motorista mascarado. Tal motorista é Bruce Lee, no papel de Kato, no seriado “O Besouro Verde” (The Green Hornet). Grande homenagem!

Fonte: Namekusei

Edição por: Vinícius Lee

Enciclopédia Dragon Ball Z: A Lenda de Son Goku

A Enciclopédia Dragon Ball Z: A Lenda de Son Goku (Dragon Ball Z Perfect Anime Guide – Son Goku Densetsu) é um dos vários livros guia (guidebooks) de Dragon Ball e o único que foi publicado no Brasil pela Editora Conrad, o que o faz ser tão querido e valorizado pelos fãs, já que temos somente ele como guia de referência traduzido.

O livro em si é o “guia perfeito do anime”, apresentando em diferentes seções a história, os personagens, o processo de animação e muito mais! Confiram agora uma revisão minuciosa deste guia tão especial!

enciclopedia-dbz-1

Lançado no Japão em 2003 pela Shueisha e no Brasil pela Conrad em 2005, aEnciclopédia Dragon Ball Z é um guia completo do anime, composta por 256 páginas de pura informação da melhor série de todos os tempos! E como trata somente da Saga Z, tem um curto prólogo de página dupla para localizar o que se passou anteriormente, em Dragon Ball; uma introdução rápida preparando para a grande aventura de Dragon Ball Z.

O guia divide-se em sete grandes seções e dentro de cada uma delas temos informações bem bacanas, de curiosidades de personagens à revelações de Toriyama, além de serem revelados segredos de personagens e o processo de desenvolvimento dos mesmos.

Son Goku na Saga Z Página 5

A primeira grande seção da Enciclopédia trata de ninguém menos que Goku, o saiyajin mais querido do universo e o protagonista da série! Apresenta a evolução do personagem, suas técnicas e as maiores batalhas que lutou, apresentando também seus familiares e amigos.

Evolução Página 6

A primeira sub-seção de ‘Son Goku na Saga Z’ trata, como o próprio nome diz, da evolução de Goku. Mostrando a cada página um intervalo da vida do personagem e seus feitos durante essa determinada época, de quando Goku nasce e vem à Terra, passando pelo seu encontro com Bulma, o Tenkaichi Budoukai e Piccolo Daimao entre seus 12 e 15 anos; os saiyajins e Freeza aos 24 anos, Cell aos 29, Majin Boo aos 37 e terminando com sua partida com Oob, com seus 47 anos, “buscando a força sempre”.

 

Habilidades Página 14

A segunda sub-seção sobre Goku trata suas habilidades, mais especificamente, de suas principais técnicas que são o Kamehameha, a Genki-dama, o Kaio-ken e o Teletransporte, explicando brevemente as técnicas e lembrando quando foram usadas tanto no anime quanto nos movies.

  

Personalidade Página 18

Trata dos talentos e personalidade de Goku, com sua superação pessoal e sua distinta facilidade com artes marciais, aliada a sua personalidade inocente e generosa, fazendo-o um exemplo a ser seguido, tanto no anime quanto na vida real. O interessante aqui é a apresentação de algo que poucos conhecem, sobre o ano de nascimento de Goku (AGE737), sua altura (175cm) e peso (62kg).

 

Cenas de batalha Página 20

Aqui temos uma seleção do que consideram as maiores batalhas de Goku em Dragon Ball Z e GT, mostrando também as batalhas do OVA ‘O plano para destruir os saiyajins‘. O interessante aqui é um painel que mostra o resultado da luta, os principais campos de batalha, o motivo para a luta, as principais técnicas usadas, os companheiros de luta e título do episódio em que as cenas se passaram.

 

  

Família Página 36

Esta sub-seção apresenta a família de Goku, revelando informações de personalidade e técnicas de seus filhos e seu relacionamento com sua esposa Chichi e os falecidos Son Gohan (avô adotivo) e Bardock (pai).

 

Amigos Página 40

Similar à de família, aqui mostra os grandes amigos de Goku, dos quais uma vez foram inimigos e rivais Vegeta, Piccolo, Tenshinhan, Kulilin e Yamcha aos mentores Kame, Karin e Kami. Para Vegeta, Piccolo e Trunks temos mais informações, incluindo técnicas, transformações e personalidade, além de um histórico do seu passado.

 

  

As superbatalhas na Saga Z – Parte 1 Página 59

A segunda grande seção da Enciclopédia já nos trás as superbatalhas da saga Z, com uma ‘coletânea das batalhas mais transcedentais’,  mostrando os eventos não somente relacionados às batalhas como a sub-seção Cenas de Batalha, mas faz um condensado do que acontecia no anime, guiando através do que acontecia na história que é a Enciclopédia em si, um guia do anime.

Esta primeira coletânea das batalhas nos mostra da aparição de Raditz e a revelação que Goku era um extraterrestre, passando pela chegada de Vegeta e Nappa, a viagem para Namekusei e o confronto com Freeza. Conta também com cenas memoráveis do Especial para TV de Bardock, o pai de Goku.

  

O interessante dessa seção, assim como as que se seguem da continuação dessa coletânea de batalhas é o box da sequência da história, o que também ajuda a guiar o leitor na história e na relação dos fatos.

  

Entrevista Akira Toriyama vs Katsuyoshi Nakatsuru Página 90

Esta ótima entrevista entre Toriyama e Nakatsuru (animador de Dragon Ball) está contida dentro da seção de superbatalhas anterior. Uma entrevista muito descontraída que nos revela muitos detalhes da parte de edição e animação, a relação de Nakatsuru com Toriyama e o carinho e admiração que tem pelo mestre e “segredos” da série, mostrando como várias outras entrevistas, o jeito relaxado de Toriyama em relação à composição de ideias e ao desenvolvimento da história.

 

As superbatalhas na Saga Z – Parte 2 Página 103

A segunda parte da coletânea das superbatalhas é o guia dos episódios e eventos que tratam do filler de Garlic Jr., da chegada de Mirai Trunks ao surgimento dos androides, da fusão de Piccolo com Kami, a superação do Super Saiyajin, o torneio de Cell e a derrota do vilão no presente e no futuro de Trunks.

  

  

Design dos personagens Página 134

Aqui vemos os esboços de personagens, com os vários designs propostos por Toriyama tanto para personagens quanto para cenários, com curiosidades de sugestões e anotações do mestre para a equipe de animação relativos a como deveriam aparecer determinados personagens e ambientes para se passar a sensação certa ao público. Muito interessante é que foram essas anotações e sugestões de Toriyama que, por exemplo, fizeram que na animação, quando ocorre a fusão, as vozes se unem também e dois personagens formam a voz do ser originado pela fusão; os dois dubladores dublam em uníssono. Genial!

 

 As superbatalhas na Saga Z – Parte 3 Página 147

A terceira e última coletânea das superbatalhas nos mostra os eventos seguintes ao fim de Cell, com Gohan já crescido (foi tão emocionante na época crescer com Gohan, não?!) bancando o super herói em Satan City; a notícia de que Goku teria permissão para retornar à Terra por um dia e sua participação no torneio de artes marciais; a revelação do terrível demônio Majin Boo prestes a ser solto novamente; a aparição de Majin Boo e o treinamento da nova geração para a derrota do vilão; as fusões e a Genki-dama de todos, pondo um fim na ameaça ao universo! A seção se encerra como o fim de Dragon Ball Z, com Goku partindo com Oob para treiná-lo e torná-lo o novo protetor da Terra.

  

  

Biografia dos adversários Página 172

Sub-seção da terceira coletânea de batalhas, vemos aqui a biografia dos principais adversários de Goku; os Saiyajins, Freeza e seu exército, os androides e Majin Boo.

Da parte dos saiyajins, vemos a curiosidade sobre o mistério sobre o cabelo dos guerreiros, que nunca cresce mas pode cair! Nappa é o grande exemplo de calvície afligindo a raça guerreira!! Quando fala dos androides, o mais interessante é a cronologia apresentada no box inferior da página, mostrando a evolução dos androides do exército Red Ribbon, do primeiro que conhecemos, #8, ao mais evoluído, Cell. Por último, a parte relacionada à Majin Boo apresenta também uma cronologia dos eventos do surgimento do demônio com suas consecutivas absorções e assassinatos dos Kaioshins, ao seu aprisionamento e depois seu reaparecimento na Terra. Bem bacana também!

  

Comentário sobre a abertura e encerramento do desenho Página 188

Vemos nesta sub-seção imagens das aberturas, encerramentos e vinhetas de Dragon Ball, com comentários sobre o que acontecia na animação referente e informações de datas e episódios que foram ao ar. Na parte de vinhetas (que a maioria desconhece pela forma que o anime era exibido no Brasil), um box com Gohan explica exatamente o que são e quando são usadas. Muito bom!

  

O segredo em Z Página 205

O Segredo em Z é a seção da Enciclopédia que começa as páginas em preto-e-branco o que em nenhum momento desvaloriza ou diminui a qualidade do trabalho, dando, na verdade, um ar de mangá para a Enciclopédia. Seção em que provavelmente somos apresentados a informações menos conhecidas e curiosas, como o uso de acetatos, como eram os storyboards e a composição dos cenários. Muito interessante tudo!

 

  

Os personagens da Saga Z Página 205

A penúltima seção do guia mostra TODOS os personagens apresentados em Dragon Ball Z. Na primeira parte, apresenta os personagens exclusivos da versão animada, mostrando-os por ordem de aparição, apresentando um resumo do personagem e seu papel na história e o episódio em que apareceram.

  

A segunda parte é um diretório completo com todos os 190 personagens que apareceram no anime, separados por ordem alfabética, contando com um resumo do personagem e informação de quem foi seu dublador original, além de algumas curiosidades sobre significado de alguns nomes.

 

Todos os episódios da Saga Z Página 225

A última seção da Enciclopédia é uma lista com dos os episódios da saga Z, informando em um quadro o episódio, com sua data que foi ao ar, o título brasileiro e o título “correto” (traduzido diretamente do original e não adaptado) e um resumo do episódio. Além disso, na lateral temos o ano em que os episódios foram ao ar com os principais acontecimentos no Japão naquele ano, mostrando também os movies da série quando foram lançados e um resumo dos mesmos.

  

Epílogo Página 254

Por fim, o epílogo deste grande guia, com o elenco principal da animação, de dubladores à membros da produção e direção de Dragon Ball Z, os principais envolvidos para a criação do que se tornou mítico e marcante na vida de milhões!

 

A Enciclopédia Dragon Ball Z: A Lenda de Son Goku é um guia muito bacana, ótimo item para conferência e coleção e o mais fácil para o público brasileiro conseguir (mesmo agora que a Conrad já não o tenha mais, ainda pode-se encontrá-lo à venda na internet). Se ainda não tem esse incrível livro, adquira o seu!

Fonte: Namekusei

Por: Vinícius Lee

“Broly? Quem é esse?” Diz Akira Toriyama em 2002

No dia 06 de dezembro de 2002, Akira Toriyama esteve nos EUA para participar do evento lançamento da revista Shonen Jump no país.

A Shonen Jump Day, o nome do evento em questão, aconteceu em Nova Iorque no Chelsea Piers Skatepark e contou com figuras como Chris Sabat e os campeões mundiais de skate inline vertical, os irmãos Yasutoko (Eito Yasutoko e Takeshi Yasutoko).

O que poucas pessoas sabem é que os irmãos Yasutoko são tão fãs de Dragon Ball que fizeram uma sessão de perguntas e respostas com Akira Toriyama, publicada na própria edição americana. É dessa entrevista que saiu a célebre resposta de Toriyama quando os irmãos Yasutoko falam de Broly para ele:
“Broly? Quem é esse?”

dragon_ball_z___broly_lssj_ov_by_tekilazo-d3dhy77-2

Por: Vinícius Lee